AGENDA

8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA

voltar para o site

AGENDA

8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA

voltar para o site

Pacto Mundial pelo Meio Ambiente Um projeto compatível com os negócios?

Quarta DAS 13:00 ÀS 14:00

TEMAS

GOVERNANÇA

LOCAL

Sala 2

DESCRIÇÃO

[SE-32] 

Veolia, France

Por mais de 30 anos a comunidade internacional vem tentando encontrar uma resposta multilateral à degradação sem precedentes do nosso planeta e do nosso meio ambiente que compromete o futuro das próximas gerações. Inicialmente lançado por um grupo de mais de 80 juristas de 40 países e reconhecidos internacionalmente, o projeto do Pacto Mundial pelo Meio Ambiente foi imediatamente apoiado pela França, que organizou uma Cúpula internacional para o lançamento desta iniciativa durante a Assembléia-Geral das Nações Unidas em setembro de 2017. Depois do sucesso da Agenda 2030 e do Acordo de Paris, ambos afirmados em 2015, é chegada a ocasião de elaborar um Pacto Mundial Pelo Meio Ambiente, o primeiro tratado internacional para reunir e harmonizar num único documento todas as leis internacionais existentes sobre o meio ambiente. Elaborado a partir de uma iniciativa independente da sociedade civil, o Pacto servirá de ferramenta para governos do mundo todo, na implementação de regulamentações e princípios de direito ambiental internacional, e para a sociedade civil como um todo – empresas, ONGs et indivíduos – que serão beneficiados através da unificação do direito internacional ambiental. Quais seriam as potencialidades e oportunidades do Pacto Mundial pelo Meio Ambiente através das perspectivas do setor privado? Como o Pacto pode melhorar o desenvolvimento do empreendedorismo sustentável?

Perspetivas de juristas internacionais:
•     Antônio Benjamin, Ministro do Superior Tribunal de Justiça e membro do Instituto
Judicial Global do Meio Ambiente.
•     Yann Aguila, Presidente da Comissão Ambiental do Clube de Juristas da França e
Membro do Grupo de especialistas do Pacto Mundial pelo Meio Ambiente.

Interesses e iniciativas do setor privado:
•     Pierre Victoria, Vice-Presidente Sênior para o Desenvolvimento Sustentável, Veolia.
•     Eric Soubeiran, Diretor de Natureza e Clima, Danone.

Ações governamentais para uma economia sustentável:
•     Reinaldo Salgado, Diretor do Departamento para a Sustentabilidade Ambiental do
Ministério de Relações Exteriores e Coordenador político do 8° Fórum Mundial da
Água.
•     Xavier Sticker, Embaixador delegado para o meio ambiente, governo francês.


Jean-Hugues Hermant
jean-hugues.hermant@veolia.com